Notícias
14/03/2018 | Sócios de empresa são absolvidos da acusação de apropriação indébita previdenciária devido a grave situação financeira enfrentada
22/02/2018 | STJ define conceito de insumo para creditamento de PIS e Cofins
26/01/2018 | Lojas Leader tem plano de recuperação judicial rejeitado
11/01/2018 | Com dívidas de mais de R$ 1 bilhão, Brasil Pharma pede recuperação judicial
08/01/2018 | Justiça aprova plano de recuperação judicial da Oi
14/12/2017 | Plano da Oi tem maior corte em dívida já registrado
14/12/2017 | Tanure tenta anular proposta da tele na Justiça
06/12/2017 | Seminário do escritório Caprara Roesch sobre reforma trabalhista supera todas as expectativas
03/12/2017 | Estatal com prejuízo terá plano de recuperação
22/11/2017 | 1º Seminário Caprara Roesch Advogados
13/11/2017 | Nancy defende contagem em dias úteis para blindagem em recuperação judicial
12/11/2017 | Administrador judicial deve ser protagonista na recuperação judicial
10/11/2017 | Reforma na recuperação
07/11/2017 | Financiador poderá ter prioridade em processo de recuperação judicial
07/11/2017 | Fisco dará mais prazo a empresas em recuperação judicial
06/11/2017 | Leis sancionadas permitem parcelamento e desconto de dívidas de pessoas e empresas com o governo
26/10/2017 | Projeto quer ampliar possibilidades de pedidos de recuperação judicial
24/10/2017 | O critério tetrafásico de controle judicial do plano de recuperação judicial
20/10/2017 | Assembleia de credores da Oi é adiada
09/10/2017 | Projeto cria plano de recuperação judicial de dívidas de pessoas físicas
06/10/2017 | TJ-SP instala duas varas empresariais em dezembro
25/09/2017 | Vem aí a nova Lei de Recuperação Judicial e Falências
16/09/2017 | Nova lei de recuperação judicial deve beneficiar 7 mil empresas
04/09/2017 | Pedidos de recuperação judicial sobem 25,5% em agosto
28/08/2017 | A perícia prévia no processo de recuperação judicial de empresas
23/05/2017 | Credores aprovam venda de imóvel da Schlösser por R$ 25 milhões
19/05/2017 | Sindicatos negociam com grupo de empresários venda de imóvel da Schlösser
15/05/2017 | Pedidos de recuperação judicial disparam em Caxias do Sul
26/01/2017 | Digimer pede recuperação judicial com dívidas de R$ 15 milhões
12/01/2017 | Pedidos de recuperação judicial batem recorde

11/01/2018 | Com dívidas de mais de R$ 1 bilhão, Brasil Pharma pede recuperação judicial

Empresa é uma das maiores do varejo farmacêutico do país e tem dívidas de mais de R$ 1 bilhão.

A Brasil Pharma, um dos maiores grupos de varejo farmacêutico do país, ajuizou pedido de recuperação judicial depois de não conseguir resolver seus problemas financeiros extrajudicialmente, informou o grupo em fato relevante nesta quarta-feira (10).

O pedido de recuperação foi apresentado na cidade de São Paulo e o valor da causa foi estabelecido em R$ 1,2 bilhão, segundo a Reuters. A empresa afirma no pedido ter 15 mil credores.

Fazem parte do grupo as empresas:

  • Drogarias Farmais S.A
  • Farmais Produtos S.A
  • Drogaria Amarilis S.A
  • Sant'ana S.A Drogaria Farmácias
  • Distribuidora Big Ben S.A
  • Rede Nordeste de Farmácias S.A
  • Nex Distribuidora de Produtos Farmacêuticos S.A
  • Brasil Pharma Promotora de Vendas Ltda
  • Brasil Pharma Fidelidade Ltda

De acordo com o fato relevante do grupo, entre os motivos de sua crise econômica-finaceira estão "a crise que afetou o Brasil nos últimos anos", "resultando, consequentemente, em um declínio no volume de vendas" e as "inúmeras regulamentações que impõem, por exemplo, o controle de preços sobre a maioria dos produtos comercializados".

No ano passado, o grupo afirma ter feito uma nova captação de recursos no valor de R$ 511 milhões em janeiro e de R$ 400 milhões em abril. O credor é o banco BTG Pactual.

Atualmente, o grupo afirma possuir 288 lojas espalhadas por todo o país, 430 franquias e mais de 4.500 funcionários.

"Durante a recuperação judicial o grupo Brasil Pharma, a companhia, suas subsidiárias, controladas e demais empresas do grupo concentrarão seus máximos e melhores esforços para preservar suas atividades comerciais e operacionais e assim cumprir com seus compromissos e obrigações", disse a empresa em fato relevante.

A empresa informou ainda que "até o presente momento" permanecem inalteradas as informações relacionadas à oferta pública voluntária de aquisição das ações da companhia que será realizada pela Stigma II LLC, para a saída da empresa do segmento de especial de listagem no Novo Mercado.

Prejuízo
A empresa registrou prejuízo de R$ 1,08 bilhão no terceiro trimestre de 2017, sete vezes superior ao mesmo período do ano passado. A redução nas vendas, com desabastecimento, e baixas de ativos intangíveis das bandeiras Santana e Big Ben, no valor de R$ 815 milhões, justificam as perdas no período, bem como o patrimônio líquido negativo de R$ 1,15 bilhão.


Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/brasil-pharma-ajuiza-pedido-de-recuperacao-judicial.ghtml